Recentemente

Carol
( / Gatos para adoção)

Carol

Scary
( / Cães para adoção)

Scary

Mimosa
( / Gatos para adoção)

Mimosa

White
( / Gatos para adoção)

White

Quem somos

A APA – Associação Açoreana de Protecção dos Animais, é uma organização não-governamental sem fins lucrativos, constituída por escritura pública celebrada a 9/03/2002, no Cartório Notarial de Lagoa (Açores), por iniciativa de dois sócios-fundadores: Florival Correia dos Santos e Fernanda Maria Gonçalves Vieira dos Santos.

Desde sempre grande defensora dos animais, Fernanda Santos deslocava-se todos os dias ao Canil Municipal de Ponta Delgada que, até abril de 2007, se situou junto do parque de máquinas da autarquia, para dar de comer, passear e tratar dos animais lá residentes. Todos os animais eram batizados com um nome e recebiam carinhos com grande euforia. Naquele tempo, ainda antes de 2002, a sócia-fundadora da APA contava com o auxílio de um funcionário da Câmara Municipal e sua esposa, a título de voluntariado. Aos sábados e domingos, os animais alojados no Canil de Ponta Delgada eram alimentados pela própria Fernanda Santos e por Florival Santos, que asseguravam igualmente a limpeza das boxes. Estabeleceu-se assim, ainda antes da constituição da APA, um acordo informal onde a autarquia cedeu o espaço e aqueles dois sócios-fundadores asseguravam a gestão e manutenção do Canil Municipal de Ponta Delgada.

Em 2000, Florival Santos avançou com a ideia de se formalizar a constituição de uma associação de proteção animal. Dois anos depois, surgiu formalmente a APA – Associação Açoreana de Protecção dos Animais, à qual se foram juntando outras pessoas, sócios e voluntários preocupados com o crescente e assustador número de animais abandonados que se verificam todos os anos, não só no concelho de Ponta Delgada, como também em outros concelhos da ilha de S. Miguel.

Durante vários anos foram realizadas várias campanhas de adoção pela APA com os animais do Canil Municipal de Ponta Delgada. Eram os próprios sócios e voluntários que asseguravam, em meios de transporte próprios, a deslocação dos animais para os locais onde se promoviam as ações de sensibilização e adoção. 

Em abril de 2007, foram inauguradas nas novas instalações do Canil Municipal de Ponta Delgada, situadas na Estrada das Murtas, junto ao Azores Park. A gestão e manutenção deste espaço passaram então a ser da inteira responsabilidade da Câmara Municipal de Ponta Delgada. Esta nova estrutura passou a dispor de um veterinário, uma engenheira zootécnica e dois tratadores.

A APA continuou a colaborar com o novo Canil Municipal de Ponta Delgada, o qual recebe frequentemente a visita de membros da Direção da APA, que têm como principal tarefa a de verificar as condições de vida dos animais ali residentes, nomeadamente assegurar que os mesmos permaneçam em jaulas limpas e que nunca sintam a falta de comida e água.

Como é sabido, de acordo com a lei, oito dias após a entrada de um animal num canil municipal pode ocorrer o seu abate, caso o referido animal não seja reivindicado pelo seu dono ou detentor.

Ao longo dos anos, a APA tem procurado minimizar o abate de animais saudáveis recolhidos no Canil Municipal de Ponta Delgada, tentando alargar o prazo legal para o seu abate, o que, por vezes, é conseguido graças à boa vontade do médico veterinário municipal, a quem incumbe a direção e orientação técnica daquele espaço.

Em paralelo à actividade desenvolvida no Canil Municipal de Ponta Delgada, a APA passou a contar com o apoio de uma clínica veterinária sedeada no concelho de Ponta Delgada, que trata e alberga animais abandonados encontrados na via pública por sócios e voluntários da APA e, algumas vezes, recolhidos no próprio canil municipal por membros da nossa Direção.

Está em... Home Quem somos